Quando saber se estamos vulneráveis a ataques cibernéticos?

Quando saber se estamos vulneráveis a Ataques Ciberneticos

Quando saber se estamos vulneráveis a ataques cibernéticos?

Sua empresa está devidamente protegida contra ataques cibernéticos? As ameaças virtuais estão mais poderosas e organizações de diferentes setores estão entre os principais alvos dos cibercriminosos.

No post Diferenças entre análise e gestão de vulnerabilidades, mostramos que enquanto analisar é uma tarefa pontual, gerir as vulnerabilidades corporativas demanda um esforço constante.

Isso é importante porque é justamente quando não há monitoramento constante da TI que a empresa se torna mais vulnerável aos ataques. Continue a leitura do post para saber mais!

 

A verdade sobre as vulnerabilidades corporativas

Há diversas formas de atuar pela proteção da rede, dos sistemas e dos equipamentos de uma empresa e, consequentemente, para manter seus dados seguros.

Antes de descobrir como avaliar as principais situações de risco da sua empresa, é importante entender que toda organização está sujeita a ataques cibernéticos.

E isso ajuda a entender porque não basta contar com ferramentas como um antivírus corporativo ou estabelecer um manual de boas práticas na rede. Soluções assim são importantes, mas é preciso um acompanhamento, além da adoção de medidas preventivas e corretivas constantes.

Novas ameaças cibernéticas são criadas e outras modificadas para se tornarem mais fortes e danosas. Por isso, sua empresa se torna mais vulnerável aos ataques quando sua TI não está em alerta contínuo.

 

Como saber se sua empresa está vulnerável a ataques

Para ter clareza sobre a situação da TI da sua empresa no monitoramento das vulnerabilidades e prevenção de ataques, considere as seguintes questões:

  • Existem profissionais fazendo controle constante das vulnerabilidades, aplicações e redes de sua empresa?
  • Os ativos da sua empresa estão sendo monitorados?
  • Os ataques que acontecem são identificados em tempo real?
  • Seus profissionais estão preparados para responder a esses ataques e impedir que se tornem um problema para a empresa?
  • Quais procedimentos e ferramentas são adotados para assegurar a segurança de dados?
  • Sua equipe foi treinada para a gestão de vulnerabilidades corporativas?
  • Existe uma política de segurança em vigência na empresa?

Se você respondeu “não” à maioria dessas perguntas ou percebeu que sua empresa não conta com recursos e práticas necessárias, já descobriu que ela está vulnerável aos ataques cibernéticos.

 

 

Como lidar com vulnerabilidades e evitar ataques

O mais recente Relatório de ameaças de segurança indica que muitas empresas ainda estão vulneráveis a ataques e que a maioria das situações identificadas poderia ser facilmente corrigida.

Parte do problema reside na dificuldade em dar uma resposta rápida às vulnerabilidades identificadas e em executar um número significativo de sistemas não suportados (o que coloca e empresa em risco).

Aumentar a maturidade da gestão de segurança da empresa é uma forma de solucionar o problema. Isso implica, dentre outros fatores, contar com profissionais capacitados e com ferramentas adequadas para lidar com os ataques, de sua prevenção às ações de recuperação.

Fazer isso por conta própria, porém, é um desafio. Por isso, uma saída é firmar parceria com uma empresa especializada, apostar no desenvolvimento de softwares para auxiliar no monitoramento e garantir mais eficiência tanto nas respostas aos ataques quanto no uso diário de aplicações.

Gostou do post? Aproveite e leia também Software de segurança: investimento ou custo?