Saiba quais são os principais tipos de sequestro de dados

O sequestro de dados já é uma das principais preocupações de empresários em todo o mundo! Conheça as principais ameaças no post de hoje da Alert System!

Saiba quais são os principais tipos de sequestro de dados

O Brasil é o país que mais sofre ataques cibernéticos em toda a América Latina, segundo anúncio da empresa de segurança Kaspersky Lab. O sequestro de dados é um tipo de ataque cada vez mais comum, no qual as informações são criptografadas e devolvidas à empresa apenas mediante pagamento de resgate.

Mas, mesmo que a empresa pague o resgate (normalmente requisitado via bitcoins), nada garante que os criminosos realmente removerão as restrições de acesso às informações. Por isso, é muito importante entender esse tipo de ameaça e evitá-la a todo custo!

Continue lendo e entenda quais são os principais tipos de sequestro de dados!

 

Spywares

Spywares são softwares que permitem aos criminosos obterem informações secretas sobre as atividades de qualquer computador. Uma vez instalada no sistema, a aplicação transmite secretamente dados para um servidor controlado pelos hackers.

Apesar de não atuar com o sequestro de dados propriamente dito, os spywares conseguem enviar informações como nomes de usuário, senhas e padrões de comportamento dos usuários para os criminosos. Com isso eles conseguem, por exemplo, determinar qual é o servidor da empresa para, aí sim, implementar um ransomware que criptografa e sequestra os dados.

 

Keyloggers

Os keyloggers também atuam no roubo de dados dos usuários, mas de uma maneira diferente. Eles registram todas as teclas digitadas em um determinado computador, visando obter acesso fraudulento a senhas e outras informações confidenciais. Remover vírus como os keyloggers é fundamental para a segurança da empresa.

Isso porque, em posse das senhas os criminosos conseguem instalar qualquer vírus no sistema, complicando a vida dos responsáveis pela segurança dos dados da empresa. É por conta desse tipo de vírus que a maioria dos bancos exige que o usuário “clique” para inserir sua senha do internet banking, não permitindo o uso do teclado.

 

Vírus em arquivos

Enquanto na biologia os vírus atuam transformando as células e interferindo em sua ação, no ciberespaço sua ação é muito similar. Uma vez que penetrem as defesas do sistema, eles conseguem corromper arquivos e destruí-los, permitindo que os hackers cobrem um alto resgate pelo backup que fizeram.

Isso configura o sequestro de informações e, caso a empresa não pague o resgate, é muito provável que elas sejam totalmente perdidas. Remover vírus é uma tarefa vital, que exige as ferramentas certas e conhecimento para garantir sua total eliminação do sistema.

 

Ransomwares

Imagine chegar no trabalho de manhã para abrir a sua empresa e descobrir que alguém mudou as chaves. Para entrar, você deverá pagar um resgate! E não adianta chamar o chaveiro, os ransomwares criptografam todos os dados de sua empresa e é extremamente caro (e difícil) resgatá-los sem pagar aos criminosos.

Justamente por ser altamente lucrativo, o sequestro de dados é cada vez mais comum em todo o mundo e também no Brasil. Estudos indicam que mais da metade de todas as empresas brasileiras já tiveram prejuízos com esse tipo de situação.

E a sua empresa, está realmente segura contra essas ameaças? Prevenir é muito mais barato e seguro do que remediar! Converse agora com um de nossos técnicos e tire todas as suas dúvidas!