Segurança em condomínios: conheça as bases do sucesso

Segurança em condomínios: conheça as bases do sucesso

Você está em busca de formas de melhorar a segurança condominial? Uma breve pesquisa na internet mostra que bandidos investem até mesmo em uniformes falsos para conseguir acesso e realizar furtos e roubos. Por isso, a preocupação em aumentar a proteção se justifica.

Com isso em mente, desenvolvemos este post para apresentar a você três pilares que sustentam a segurança em condomínios. Assim, você vai saber melhor a que direcionar sua atenção e recursos para proteger o local. Acompanhe!

 

Apoio de profissionais especializados e bem treinados

É comum que condomínios residenciais e comerciais contratem profissionais especializados para garantir sua proteção.

O porteiro, por exemplo, é quem faz a identificação dos frequentadores e tem a incumbência de acompanhar o fluxo de pessoas e veículos. Por sua vez, o segurança é quem realiza rondas no local, tendo atenção a qualquer presença ou comportamento suspeito. E é, também, quem participa da adoção de medidas emergenciais em caso de ruptura da segurança local.

No post Entenda o perfil do bom profissional de segurança, apontamos algumas características que auxiliam no momento da contratação da equipe para o condomínio. Mas é importante acrescentar que esses profissionais precisam ser devidamente treinados e ter conhecimento claro das normas de segurança do condomínio em questão.

Não raro, condomínios optam por contratar um mesmo profissional para diferentes funções importantes para a sua proteção. Assim sendo, vale ressaltar que essa escolha pode comprometer sua atuação e, consequentemente, criar situações de risco que poderiam ser evitadas.

 

Participação ativa de todos os condôminos

Nem só da ação dos profissionais de segurança especializada é feita proteção de um local. A participação dos condôminos na adoção de medidas de segurança e nas ações de vigilância é fundamental para complementar o trabalho dos profissionais.

Cabe a cada um a responsabilidade de avisar previamente a contratação de serviços que demandem o acesso de colaboradores externos ao condomínio, por exemplo. Além disso, precisam fazer sua parte para que as normas de segurança do condomínio sejam cumpridas e, ainda, reportar eventuais irregularidades que identifiquem.

Essas pessoas também podem reforçar a vigilância e acionar a equipe de segurança caso percebam movimentações suspeitas no local. Assim, contribuem para que a situação seja analisada, evitando eventuais problemas.

 

Uso de tecnologias de monitoramento e segurança

O uso de soluções tecnológicas tem por objetivo a garantia de mais eficiência nas ações de monitoramento e segurança do condomínio.

A instalação de um sistema de automação predial pode oferecer o monitoramento por câmera, viabilizar a detecção de intrusões por meio do uso de sensores e a instalação de ferramentas de controle de acesso, por exemplo.

Dessa forma, a tecnologia favorece o trabalho da equipe de segurança, possibilitando a conquista de melhores resultados em ações preventivas. Além disso, gera melhorias também para a garantia da proteção dos frequentadores e para a gestão de situações de crise.

Para tanto, mais do que contar com as soluções de forma independente, o condomínio pode optar por buscar a integração dos sistemas em uso. A consequência é a maior eficácia no cumprimento das normas de segurança do local e também na combatividade a ações criminosas.

Este post foi útil? Leia também Porteiro ou segurança? Quando contratar cada um!

Quer saber mais sobre como garantir o monitoramento de redes de um modo mais eficaz? Faça o download do e-book totalmente gratuito, conheça dicas e saiba como colocá-las em prática para evitar qualquer tipo de ataque!

Quer saber mais sobre como garantir o monitoramento de redes de um modo mais eficaz? Faça o download do e-book totalmente gratuito, conheça dicas e saiba como colocá-las em prática para evitar qualquer tipo de ataque!