Sua empresa corre riscos na segurança móvel? Comprove aqui!

Sua empresa corre riscos na segurança móvel?

Sua empresa corre riscos na segurança móvel? Comprove aqui!

Poderíamos começar este post por uma pergunta simples: os dispositivos mobile trazem riscos à segurança corporativa? A resposta é um contundente sim. E o problema poderia ser ainda maior, quando focamos só nos aplicativos: uma pesquisa informa que 75% dos apps falhariam a testes básicos de segurança.

E isso é só uma frente de batalha. Há muitas outras possibilidades de ataque, não só as vinculadas às aplicações usadas rotineiramente no ambiente trabalho. Com isso, os riscos na segurança móvel para empresas aumentam exponencialmente, e é preciso estar preparado. Sua empresa, está exposta? Continue a leitura e descubra.

Maiores riscos na segurança móvel para empresas

Se você leu o post Segurança móvel para empresas: por que apostar nessa tecnologia?, deve ter percebido que as estatísticas sobre os ataques e falhas de segurança são alarmantes. Neste sentido, para minimizar a possibilidade de brechas na segurança mobile de sua companhia, veja alguns dos pontos a que você deve estar  atento.

 

Vazamento de Dados

Aplicativos móveis são, com frequência, a causa de vazamentos não intencionais.  A origem deste tipo de incidente pode ter a ver, por exemplo, com aplicativos categorizados como ‘riskware’. Ou seja, aplicativos legítimos, mas que são passíveis de ser explorados por terceiros.

O problema reside nas permissões dadas à aplicação quando a mesma é instalada. Em particular um tipo de autorização, a sweeping permission, que permite que os dispositivos sejam praticamente 100% escaneados e, os dados, enviados para servidores ao redor do mundo inteiro.

A solução para risco na segurança móvel para empresas, nestes casos, é só liberar os acessos que sejam absolutamente imprescindíveis. Se o soft pede mais autorizações, fora do normal ou desnecessárias, a única solução para evitar a vulnerabilidade é não instalá-lo e procurar alternativas.

Wi-Fi desprotegido

Em algum momento, os colaboradores de sua companhia podem ficar sem internet, seja em viagens ou em deslocamentos na cidade. A pressa por conferir mensagens ou comunicar-se pode resultar em uma nova brecha de segurança, caso uma rede gratuita seja utilizada, e a mesma seja hackeada.

No vídeo abaixo, veja como as redes públicas podem ser uma potencial ameaça:

O fato é que conexões Wi-Fi são, geralmente, inseguras. Um experimento bastante representativo foi feito em Londres, no qual especialistas em segurança puseram as redes públicas usadas pelos policiais à prova. Com um simples pop-up, foi possível conhecer os dados de acesso do Facebook de uma das vítimas.

Ataques por Phishing

Uma vez que os dispositivos móveis estão sempre ligados, os mesmos representam a linha de frente dos ataques por phishing. Este tipo de incidente é caracterizado por mensagens que pedem, por exemplo, para que os usuários atualizem seus cadastros ou até mesmo anúncios de prêmios.

Os ataques phishing podem ter outros formatos e, de acordo com a CSO, os usuários mobile são mais vulneráveis, por receberem mensagens, emails ou outras notificações aparentemente autênticas e acabam agindo de forma equivocada. As dimensões reduzidas da tela contribuem para que as mensagens pareçam reais e um usuário descuidado pode abrir

Considerações finais

Se há algo em comum em todos os riscos na segurança móvel para empresas que citamos acima é o fato de que os mesmos poderiam ter sido evitados. Como? Com precaução e atenção: a pressa, o desconhecimento e a falta de atenção são potenciais fatores de ameaça.

Caso queira aprofundar seus conhecimentos em relação à cyber segurança, você pode conferir nosso artigo Segurança Online com profissionais especializados e, se tiver dúvidas, não deixe de entrar em contato conosco. Nos próximos artigos, seguiremos aprofundando a segurança mobile. Esperamos sua nova visita a nosso blog!